sexta-feira, 19 de abril de 2013

Postado por Vânia Barberan às 11:54    Sem comentários
http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2010/09/nutricionista-explica-vantagens-do-consumo-de-cada-tipo-de-leite.html


Alimento é rico em cálcio e em ácido linoleico, substância que ajuda a combater doenças como diabetes e câncer.

A preocupação com uma alimentação saudável é o tema da coluna de ciência e tecnologia do Bom Dia Brasil: Você Não Sabia, Mas Já Existe. O assunto é o leite.
A professora Licínia de Campos dá aula em uma faculdade de Nutrição, trabalha para uma associação que reúne produtores de leite, mas também faz seus próprios estudos.
O laboratório mais parece uma cozinha, mas lá não há carnes, verduras, legumes.... Só tem leite. Nele são feitas misturas, experimentos e a professora garante: o leite é um dos alimentos mais completos.
"Não só por seu valor proteico, mas por agregar vários tipos de nutrientes essenciais ao ser humano. E serve para pessoas de todas as idades", explica a nutricionista.
Todos estão de olho no cálcio, mineral importante, especialmente para idosos, que podem ter os ossos enfraquecidos com o tempo, mulheres grávidas, que precisam de mais cálcio para a formação do bebê e ainda para garantir o crescimento saudável das crianças.
Mas algumas pessoas têm alergia ao leite e precisam de substitutos. E aí, o que fazer?
"A pessoa que tem alergia ao leite de vaca normalmente apresenta uma boa tolerância ao leite de cabra", sugere a professora Licínia.
Para substituir o cálcio do leite, alguns apostam em verduras e legumes. Mas não é tão simples assim, segundo a professora. "Para a pessoa absorver a mesma quantidade que teria absorvido com uma xícara de leite, precisaria extrapolar no consumo de hortaliças, de vegetais. Um prato só não daria", diz a especialista.
Uma outra dúvida aparece na hora de comprar o leite e por causa da grande variedade. Tem desnatado, semidesnatado, integral. Qual é o melhor?
O que muda é a quantidade de gordura e de um nutriente: o áccido linoleico conjugado, CLA na sigla em inglês, como explica a professora:
"O ácido linoleico conjugado está sendo alvo de muitas pesquisas nos Estados Unidos por que ele combate a diabetes, combate a aterosclerose e combate o câncer", diz a professora Licínia.
A diferença entre o leite desnatado e o integral é visível. Quando viramos o copo com o segundo, fica uma camada grossa, enquanto no desnatado ela some rapidamente. Aparentemente o leite integral é mais grosso que o desnatado.
No desnatado, quando a gordura é retirada o ácido vai junto. Este tipo de leite é indicado para quem tem colesterol alto.
O integral tem o ácido linoleico, mas muita gordura. Daí ser ideal para crianças que não tenham problemas de obesidade.
O semidesnatado reúne o ácido e uma dose menor de gordura. Por isso pode sere consumido por qualquer pessoa saudável.
Todos os tipos de leite têm a mesma quantidade de cálcio. Informação importante para Maria de Lourdes, de 53 anos, que já sente os ossos enfraquecerem. No caso dela, o ideal seria consumir três porções de produtos lácteos por dia, segundo a professora Licínia.
"Pode ter uma fatia de queijo, poder ser um pudim, um iogurte", explica a nutricionista.
Alessandra, que é bancária, não gosta de leite. Ela só consome o produto junto com café ou achocolatado.
"Neste caso a absorção de cálcio já fica prejudicada por causa da cafeína. Mas ela pode substituir o leite por algum outro produto lácteo", esclarece a professora.
Na mistura com o chocolate vale a mesma dica: controlar a quantidade para não atrapalhar a absorção de cálcio. Aliás, atenção atletas: pesquisadores estão comprovando que durante o exercício físico quem bebe leite tem um rendimento melhor e gasta mais calorias.
É ou não é uma boa notícia?
Mas o que a doutora Licínia defende é que se coma de tudo. Tenha uma alimentação balanceada. Basicamente é o que pensa também a Vania Barberan, outra nutricionista. Ela explica onde encontrar o cálcio fora do leite.
"Nos vegetais verde escuro, nos folhosos em geral, como brócolis, couve principalmente, na salsinha, nas sementes, nos cereais integrais. Quando falamos em sementes também falamos das castanhas, das oleaginosas, que são as melhores fontes de proteína vegetal.
Agora falando sobre o CLA, o ácido graxo, tão importante para atletas, o que as pesquisas estão mostrando?
"As pesquisas sobre o CLA são como elemento isolado. No leite ele faz tão bem quanto todos os outros nutrientes presentes. O que a gente tem que entender é que o cálcio não deve sair do osso e devemos tomar medidas preventivas. Isso através do consumo moderado de todos os alimentos, principalmente cereais integrais e verduras com cor verde forte. E também o exercício físico. Agora, sem exposição ao sol não há cálcio que se consuma e seja absorvido. Então a gente tem que ter uma exposição moderada e exercício", diz a doutora Vania.

Assuntos: ,

0 comentários:

Postar um comentário